sexta-feira, 28 de abril de 2017

Meu desabafo sobre: Preconceito literário

Hello, leitores!


  Por que existe preconceito com livros de romance e de outros gêneros? Eu particularmente não tenho vergonha em dizer que eu sempre sofro esse tipo de preconceito. Eu sou do tipo a louca dos romances kkk', meus autores favoritos são:Nicholas Sparks, Jojo Moyes e John Green.
 No meu ponto de vista, cada leitor deve ter o direito de ler o que quiser. Eu comecei a gostar de ler mesmo em 2010 o primeiro livro que eu li foi Crepúsculo da escritora Stephenie Meyer, agora o primeiro livro de romance que eu li mesmo foi Um amor pra recordar de Nicholas Sparks <3. Eu sou um tipo de leitora muito eclética meu mundo não gira só em torno de livros de romance apesar de ser os meus favoritos, eu gosto de outros gêneros, mais  nem por isso eu fico reclamando do gosto dos outros leitores.
 Por isso meus amados amigos leitores eu deixo um recado a todos vocês: SE VOCÊ GOSTA DE LER UM LIVRO DE UM DETERMINADO GÊNERO NÃO DEIXE DE LER POR CAUSA DA OPINIÃO DOS OUTROS! SE VOCÊS GOSTAM DE LER ROMANCES, FANTASIAS, AUTO-AJUDA E ETC... E DAI O QUE OS OUTROS TEM A VER COM ISSO.! PENSEM BEM ANTES DE JULGAR O GOSTO LITERÁRIO DOS OUTROS!!!!

O projeto #VOCÊNÃOESTÁSOZINHO surgiu para compartilhar textos, sentimentos e opiniões sobre assuntos que lhe incomodam ou já lhe incomodaram. Os textos podem ser enviados a partir do dia  de Maio de 2017 pelo formulário no fim do blog
#VOCÊNÃOESTÁSOZINHO
(vcnaoestasozinho.blogspot.com.br) e seu texto será divulgado para outras pessoas se identificarem a partir de Junho. Por enquanto, no mês de Maio, alguns blogs que apoiam a causa,postarão seus textos como forma de divulgação do projeto.


Sinopse do livro O navio das noivas da Jojo Moyes

Hello, leitores!


Informação do livro

Título: O navio das noivas
Título Original: The ship of brides
Editora: Intrínseca
Autora: Jojo Moyes
Páginas:382


Sinopse:

 Austrália, 1946. É terminada a guerra, chega o momento de retomar a vida e apostar novamente no amor. Mais de seiscentas mulheres embarcam em um navio com destino à Inglaterra para encontrar os soldados com quem se casaram. O navio das noivas acompanha a trajetória de quatro garotas com histórias distintas que precisam dividir uma pequena cabine: Margaret, nascida no interior, grávida, cuja vida até então se resumira apenas a cuidar do pai e dos irmãos; Avice, moça da alta sociedade, escrava de aparências; Jean, uma adolescente enérgica e inocente, e Frances uma enfermeira discreta que claramente guarda um segredo. É necessário coragem para abandonar tudo e ir ao encontro do amor e da felicidade, e logo elas vão perceber que o percurso muitas vezes é mais importante que o destino final.
 Ao longo da viagem de seis semanas - apesar de permeada por medos e incertezas e esperanças - , amizades são formadas, mistérios são revelados, destinos são selados e o felizes para sempre de outrora não é mais a garantia do futuro que foi planejado.

sábado, 1 de abril de 2017

Dica da Alê: Livros da Jojo Moyes que vale a pena ler e ter na sua estante

Hello, leitores!

Para você que gosta de livros do gênero romântico ou é fã da amada escritora Jojo Moyes, ai vai 4 (quatro) livros que eu amo e que eu super indico e que acho que todo fã de livros de romance devem ler <3.
Vou falar um pouco sobre eles logo abaixo:

1. Como eu era antes de você (Me Before You): Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã, que é mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame.
 Sua vidinha ainda inclui o trabalho como garçonete num café de sua pequena cidade - um emprego que não paga muito, mas ajuda com as despesas - e o namoro com Patrick, um triatleta que não parece muito interessado nela. Não que ela se importe.
 Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualidades, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor tem 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de ter sido atropelado por uma moto, o antes e ativo Will agora desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Sua vida parece sem sentido e dolorosa demais pra ser levada adiante. Obstinado, ele planeja com cuidado uma forma de acabar com esse sofrimento. Só não esperava que Lou aparecesse e se empenhasse tanto para convencê-lo do contrário.

2. Depois de você (After You): Lou não consegue superar a perda de Will, após viajar para os lugares que ela queria, decide ir morar em um flat em Londres, onde arruma um emprego de garçonete em um pub no aeroporto, desde de sua mudança para Londres, a Lou não tem mantido um certo contato com seus pais, até que em um certo dia, após beber muito, ela cai do terraço, esse terrível acidente faz com que ela volte para a casa de sua família, mas também permite que ela conheça Sam Fielding, o paramédico cujo trabalho é lidar com a vida e a morte, ele é a única pessoa capaz de compreendê-la.
 Após se recuperar do acidente, Lou sabe que precisa dar uma guinada na sua história e acaba entrando para um grupo de terapia de luto. Os membros se tornam seus amigos compartilhando sabedoria, risadas, frustrações e biscoitos horrorosos, além de incentivarem a Lou a investir em Sam. Tudo parece estar se ajeitando, quando alguém do passado de Will aparece e atrapalha todos os planos de Lou, levando-a a um futuro totalmente diferente.

3. A última carta de amor (The last letter form yours lovers): Londres,1960. Ao acordar em um hospital após um acidente de carro, Jennifer Stirling não consegue se lembrar de nada. De volta a sua casa, com o marido, ela tenta sem sucesso recuperar a memória da antiga vida. Por mais que todos ao seu redor pareçam atenciosos e amáveis, Jennifer sente que alguma coisa está faltando.
É então que ela descobre uma série de cartas de amor escondidas, endereçadas a ela e assinadas apenas por "B", e percebe que não só está vivendo um romance fora do casamento como também parecia disposta a arriscar tudo para ficar com o amante.

4. O som do amor (Night Music): Matt e Laura McCarthy sãos obcecados pela ideia  de herdar a Casa Espanhola - uma construção quase em ruínas no condado de Norfolk, interior da Inglaterra, que tem um valor simbólico para os moradores da região. Para atingir esse objetivo, Laura, a mando de seu marido, faz todas as vontades do velho Sr. Pottisworth, o proprietário. Entretanto, como o homem nunca deixou nada por escrito, a casa acaba sendo passada a uma parente distante chamada Isabel Delancey, uma musicista em busca de um recomeço para a família. Para ela, a construção significa uma oportunidade de dar um jeito em sua conturbada realidade.
Mas Isabel ainda não sabe que se tornou um obstáculo no caminho das ambições do casal. Agora eles querem vingança, e ela terá de encontrar forças para vencer mais essa batalha.